JESSICA – Actualmente a estudar na Universidade de Fresno, na Califórnia, com o objectivo de se tornar um golfista profissional.

Os pais de Jessica, Graham e Carolynne Hall, são membros da Four Seasons Fairways desde 2004 e vêm a Portugal durante duas semanas todos os Natais. Jessica começou a jogar golfe aos sete anos de idade e logo se mostrou interessada em competir com o seu pai e irmão mais velho George no The Fairways Masters – que ganhou a primeira vez que jogou, aos onze anos de idade, em 2010. Como seis vezes vencedora de The Masters, ela tem boas recordações de ter jogado os cursos da Quinta.

Os seus conhecimentos locais colocaram-na em boa posição e ajudaram-na a terminar em quarto lugar no Campeonato Telegráfico de Golfe de Junio de 2017, realizado no campo Norte da Quinta do Lago, um evento anual patrocinado pela televisão, patrocinado pelo antigo vencedor e herói do golfe, Justin Rose. 2017 também viu Jessica chegar em sétimo lugar na Grande Final da Série Faldo, realizada no Al Ain Golf Club, Dubai. Outras realizações incluem ganhar três campeonatos de condado, o primeiro com apenas 14 anos. Em 2018, ganhou dois concursos de raspadinhas, incluindo o Critchley Salver em Sunningdale. Jessica detém quatro recordes de cursos no total, incluindo nove abaixo do par no Open Venue, Royal Birkdale.

A sua destreza no golfe rapidamente chamou a atenção dos caçadores de talentos. Várias universidades americanas ofereceram-lhe uma bolsa de estudo com a oportunidade de competir pela sua equipa universitária em cursos em todos os Estados. Jessica escolheu Fresno na Califórnia, principalmente porque o bom tempo deste lado da América lhe dá oportunidades de jogar golfe durante todo o ano. Quando ela não está a jogar golfe ou a treinar, Jessica está a estudar para uma licenciatura em Eventos Especiais e Turismo.

Jessica pôde fazer uma pausa nos seus estudos na América para se juntar à sua família em Portugal para a passagem de ano, onde a apanhámos.

Já jogou muito golfe enquanto aqui esteve?

Em vez de jogar, tenho-me concentrado em praticar e melhorar certos aspectos do meu jogo. Christophe Rindlisbacher, o director de golfe de Pinheiros Altos, tem-me dado um grande apoio ao longo dos anos e dá-me acesso gratuito às suas instalações. Conseguiu até arranjar-me uma entrada de wild card para o Campeonato Internacional de Senhoras Amadoras de 2018, no qual consegui um top 20.

Ser membro da Four Seasons Fairways tem ajudado o seu golfe?

Poder competir em idade jovem nas competições dos membros, e jogar e praticar no sol do Algarve quando o tempo em casa estava frio e húmido, melhorou definitivamente o meu golfe. Nos meus primeiros anos, fui treinado pelo membro da Four Seasons Fairways e profissional de golfe, Peter Hoyles, a quem estou muito grato.

O que lhe agrada em vir à Four Seasons Fairways?

É bom voltar todos os anos a um lugar onde conheço toda a gente. Parece ser de família. E eu adoro as mudanças no Clubhouse – agora tem estilo e é moderno.

Qual é o seu campo de golfe preferido no Algarve e porquê?

O meu buraco preferido é o par quinze na Quinta do Lago Sul, embora a minha melhor pontuação lá seja apenas um par. É um buraco encantador para se chegar – estou ansioso por isso. Gosto do desafio, mesmo estando a apenas 125 metros dos tees vermelhos, é um tiro bastante intimidante sobre a água. No entanto, o meu curso favorito é o Norte, uma vez que foi redesenhado. É um desafio difícil e as mudanças têm feito uma grande diferença. Há mais declives nos greens, com zonas de fuga para o apanharem, e os greens estão a acender rapidamente. Gosto de jogá-lo porque o jogo curto é a minha parte favorita do golfe. É também o aspecto mais forte do meu jogo.

Últimos Artigos

NEWSLETTER

Fique a par das ofertas do Four Seasons Fairways